Um castelo em Madri


Livro de banca de jornal do ano de 1992 conta a história de Lynke, Ventura, Doña Alcira, o Anão e mais um bocado de personagens inteligentes e sofisticados, como os castelos descritos pela autora. Realmente não imaginei o final e nem o meio de deste livro. Gostei e não gostei pois pensei que teria mais cenas românticas e quando li que o casal apaixonado seria entre um homem e uma adolescente acho que fiquei um pouco decepcionada pois imaginava mais desse livro. Lynke mora na Inglaterra e adora permanecer nas camas de todas as mulheres que ele jura estar apaixonado, até que escolhe uma cama que toda a corte é contra. Lynke é enviado a Madri para uma missão: casar-se. Ele em San Sebastian, talvez alguns dias de viagem para Madri, e conhece Venturo, ou melhor, Ventura. Este será seu novo pajem, conselheiro e protetor. Quando iniciam a viagem para Madri os dois se conhecem melhor e se apaixonam sem perceberem o quanto querem permanecer o tempo todo juntos. Ventura, uma adolescente que se fez passar por homem para conseguir o emprego de pajem de Lynke, salva-o diversas vezes de mulheres ladras e de homens assassinos. Ao chegarem em Madri todos os segredos são revelados. Doña Alcira e o Anão planejam ir contra essas revelações mas algo inimaginável acontece. Valeu a pena!