A revolução do voluntariado

a revolução do voluntariado
Livro lido por sugestão da igreja que frequento e gosto de participar como voluntária.  Resumindo o que li, entendo que a igreja pode fazer muito pela comunidade se aprender a contar com as pessoas, se aprender a entender que um empregado da igreja pode contar com colaboradores voluntários e a exigir desses um bom serviço.  Eu já trabalhei em escolas, em escritórios, e em comércios, e cada ambiente tem suas características. Trabalhar na igreja, como voluntário,  exige um tempo e disposição que nesse livro pude aprender, também compreendi que todos, desde os atendentes até o pastor devem aceitar o voluntário como um participante ativo na igreja, que é capaz de ajudar, receber e cumprir qualquer tarefa. Pessoas que trabalham em qualquer lugar como voluntária, esperam receber algo em troca... gostamos de ver que estamos fazendo algo real, e sentimos que é real quando simplesmente alguém agradece.